10.out.2017
Jolie ofereceu ajuda para prender criminoso de guerra

Segundo uma notícia divulgada pelo jornal “The Sunday Times”, Angelina Jolie foi contatada pelo ex-procurador do Tribunal Penal Internacional para que ajudasse a prender um criminoso de guerra africano. A atriz sugeriu montar uma armadilha.

As notícias surgem com base nos mais de 40 mil documentos e emails privados encontrados pelo site de pesquisa francês Madiapart, a que o “The Sunday Time” teve acesso e que revelam que o ex-procurador do Tribunal Penal Internacional (TPI), Luis Moreno Ocampo, recorria à ajuda de várias estrelas de Hollywood para resolver conflitos internacionais.

De acordo com alguns dos emails enviados a partir do TPI, a atriz Angelina Jolie seria uma das celebridades contactadas, que teria se oferecido para ajudar a prender Joseph Kony, um dos maiores criminosos de guerra da África.

As conversações terão ocorrido há cerca de cinco anos com o então procurador do Tribunal, que pretendia que a atriz e o, na época marido, Brad Pitt, se unissem às forças especiais norte americanas para ajudar a prender Kony, na República Centro Africana.

Num e-mail enviado por Moreno Ocampo, ele afirma que Jolie tinha tido a ideia de convidar Kony para jantar e então prendê-lo. A troca de correspondência teria sido interrompida por Jolie, supostamente por conta dos avanços amorosos por parte do procurador, levando a atriz a deixar de responder.

De entre os vários contatos surgem nomes como os dos atores George Clooney e Sean Penn, bem como o de Pamela Kerr, mulher do fundador do eBay, Pierre Omidyar.

Fonte: Jornal de Notícias

Aproveite para ler também:
Espere! Não se vá antes de deixar o seu comentário sobre o post




O Angelina Jolie Brasil é um site feito de fãs para fãs e tem como objetivo principal compartilhar as notícias mais recentes sobre a cineasta norte americana, Angelina Jolie. Nós não temos qualquer contato com a atriz, seus familiares e agentes. Qualquer artigo, vídeo ou imagem postado nesse site possui os direitos autorais dos seus respectivos proprietários originais, assim como todos os nossos conteúdos produzidos, editados, traduzidos e legendados devem ser creditados sempre que reproduzidos em outro site. É proibida a cópia total ou parcial deste site assim como deste layout. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade clicando aqui.