Premiações

Principais Premiações

ANO FILME PRÊMIOS CATEGORIA RESULTADO
1997 George Wallace Globo de Ouro Melhor Atriz Coadjuvante em Televisão Venceu
1998 Gia Globo de Ouro
Screen Actors Guild
Melhor Atriz em Minissérie ou Filme para Televisão
Melhor Atriz em Minissérie ou Telefilme
Venceu
Venceu
1998 George Wallace Emmy Melhor Atriz Coadjuvante em Minissérie ou Telefilme Indicada
1998 Gia Emmy Melhor Atriz em Minissérie Indicada
2000 Garota, Interrompida Globo de Ouro
Screen Actors Guild
Oscar
Melhor Atriz Coadjuvante em Cinema
Melhor Atriz Coadjuvante em Cinema
Melhor Atriz Coadjuvante
Venceu
Venceu
Venceu
2007 O Preço da Coragem Globo de Ouro
Screen Actors Guild
Melhor Atriz em Filme Dramático
Melhor atriz Principal em Cinema
Indicada
Indicada
2008 A Troca Globo de Ouro
Screen Actors Guild
BAFTA
Melhor Atriz em Filme Dramático
Melhor atriz Principal em Cinema
Melhor Atriz em Cinema
Indicada
Indicada
Indicada
2009 A Troca Oscar Melhor Atriz Indicada
2010 O Turista Globo de Ouro Melhor Atriz em Comédia ou Musical Indicada
2011 Na Terra de Amor e Ódio
(como produtora)
Globo de Ouro Melhor Filme em Língua Estrangeira Indicada
2014 Ela mesma Oscar Prêmio Humanitário Jean Hersholt Venceu

Todas as Premiações

1998
• L.A. Outfest – Grand Jury Award – Melhor Atriz – Gia
• National Board of Review – Performance Inovadora – Corações Apaixonados
• Globo de Ouro – Melhor Atriz Coadjuvante – O Homem Que Vendeu Sua Alma
1999
• Screen Actors Guild Award – Melhor Atriz – Gia
• Golden Satellite Award – Melhor Atriz – Gia
• Globo de Ouro – Melhor Atriz – Gia

2000
• Oscar – Melhor Atriz Coadjuvante – Garota Interrompida
• Blockbuster Entertainment Award – Atriz Coadjuvante Favorita – Garota Interrompida
• Broadcast Film Critics Award – Melhor Atriz Coadjuvante – Garota Interrompida
• Critics Choice Award – Melhor Atriz Coadjuvante – Garota Interrompida
• Globo de Ouro – Melhor Atriz Coadjuvante – Garota Interrompida
• Hollywood Film Festival – Actress of the Year Award – Atriz do Ano
• Screen Actors Guild Award – Melhor Atriz Coadjuvante – Garota Interrompida
• ShoWest Award – Melhor Atriz Coadjuvante do Ano

2001
• Blockbuster Entertainment Award – Atriz Favorita – 60 Segundos

2005
• People’s Choice Award – Atriz Favorita em Filme de Ação
• Teen Choice Award – Melhor Atriz: Filme de Ação/Aventura/Policial – Sr. e Sra. Smith
• Teen Choice Award – Filme Mais Mentiroso – Sr. e Sra. Smith
• Teen Choice Award – Melhor Luta – Sr. e Sra. Smith (dividido com Brad Pitt)

2006
• MTV Movie Award – Melhor Luta – Sr. e Sra. Smith (dividido com Brad Pitt)
• NRJ Ciné Award – Melhor Beijo – Sr. e Sra. Smith (dividido com Brad Pitt)

2007
• EDA Female Focus Awards – Prêmio por Ativismo Humanitário
• Halfway of the Year Awards – Melhor atriz – O Preço da Coragem
• Women Film Critics Circle Awards – Atuação e Ativismo
• Women Image Newtork Awards – Melhor Atriz – O Preço da Coragem
• Festival Internacional de Berlim – Silver Berlin Bear – Time de Melhor Atuação

2008
• Santa Barbara Film Festival – Melhor Interpretação do Ano – O Preço da Coragem
• Satellite Award – Melhor Atriz em Filme Drama

2009
• Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films – Saturn Award – Melhor Atriz – A Troca
• People’s Choice Award – Atriz Favorita em Filme de Ação

2011
• Rembrandt Award – Melhor Atriz Internacional – Salt
• Sarajevo Film Festival – Heart of Sarajevo – Honorary Award – Na Terra de Amor e Ódio
• Teen Choice Award – Melhor Atriz de Ação – O Turista

2012
• PGA Awards – Stanley Kramer Award – Na Terra de Amor e Ódio

2013
• Governors Awards – Jean Hersholt Humanitarian Award – Trabalho Humanitário

Discursos

Globo de Ouro de 1998 – (O Homem Que Vendeu Sua Alma):

Oh, Deus, eu gostaria de agradecer todos os envolvidos em George Wallace, foi tão, hum, eu fui tão privilegiada por ter sido parte desse filme. Gary, você é simplesmente brilhante e tão forte e tão incrível. E John Frankenheimer eu gostaria que você estivesse aqui, eu sei que você é temido por muitos, e no começo você me apavorava, mas eu não tenho o que dizer de você, e Clarence e todos os envolvidos, e TNT. Guyer Kazinsky, obrigada, Emily, oi. Imprensa Estrangeira Hollywoodiana, obrigada. E, acima de tudo, minha família. Mãe pare de chorar, pare de gritar, (risadas) está tudo bem. Jamie, meu irmão, meu melhor amigo eu não faria nada sem você. Eu te amo tanto. Pai, cadê você? (a câmera mostra Jon Voight na platéia, aplausos) Oi. Eu te amo. Muito obrigada. Obrigada.

Globo de Ouro de 1999 – (Gia – Fama & Destruição):

Oh Deus! Muito obrigada! Agradeço a todos, a HBO e a todo mundo que trabalhou tão duro neste filme. Michael (Cristofer) eu sei o quão nervoso você está e eu o amo muito! Você é tão… Eu confiei em você e você me fez sentir tão segura, e você ama os filmes mais do que eu. E a Fay (Dunaway), a Mercedes (Ruehl) e à muito linda, Elizabeth Mitchell, que não está aqui eu sei, mas eu te amo! E…a Marvin Worth que não está mais conosco, mas ele era realmente maravilhoso e a todos da Hollywood Foreign Press… Genine, Many, Johnny, Tim a todos meus amigos e todas as pessoas com quem eu me importo… à minha família… a Guyer (Kosinski) que disse que não iria me representar mais se eu não aceitasse fazer este filme (risos)… a minha família que eu amo muito e… Mãe, eu sei que você queria ser uma atriz e você abriu mão disso para me criar e obrigada… e Jamie (Haven), meu irmão, eu te amo muito e eu não tenho nada… Você apenas é… Você é meu… É seu!

Globo de Ouro de 2000 – (Garota Interrompida):

Eu deveria trazer o meu irmão até aqui… Ele tinha que ver a vista daqui de cima. Isto significa tanto para mim porque este filme significa muito para mim. A experiência, só de estar com as pessoas, estar junto e nos expormos umas para as outras e tomarmos conta uma das outras, isto é realmente o que devíamos fazer todos os dias. E, hum, muito obrigada por me deixarem livre e me dizerem que está tudo bem. Ah, Winona (Ryder), muito obrigada por todo o seu trabalho duro e você está tão brilhante nesse filme e você deveria estar aqui em cima comigo. Columbia Pictures, e todos os produtores e todas as garotas (ela fala o nome de algumas). E, ah, a Imprensa Estrangeira. Obrigada, vocês são tão gentis comigo. Eu deveria estar pagando vocês, ou qualquer coisa assim… Mas, muito obrigada.

Oscar de 2000 – (Garota Interrompida):

Deus, eu estou surpresa por ninguém nunca tenha desmaiado aqui. Oh, eu, eu estou em choque. E eu estou tão apaixonada pelo meu irmão nesse momento. Ele me abraçou e disse que me ama. E eu sei que ele está tão feliz por mim. E, hum. Obrigada for isso. E, obrigada, Columbia. Winona, você é incrível. E obrigada por nos apoiar nisso tudo. E todas as garotas nesse filme são incríveis. E Whoopie, todo mundo. E, minha família, por me amar. Janine Schryer e sua irmã Michelle. Michelle, nós te amamos. Geyer Kosinski, minha mãe, que é a mulher mais forte e mais bonita que eu já conheci. E meu pai, você é um ótimo ator, mas é um pai melhor. E, hum, Jamie… Isso é… Você é simplesmente… Eu não tenho nada sem você. Você é o homem mais maravilhoso que eu já conheci e eu te amo. E muito obrigada.

Governors Awards 2013 – (Trabalho Humanitário):

Obrigada. Muito obrigada. Isso é um pouco embaraçoso. Agradeço aos membros da Academia por esta honra, aos meus queridos amigos que estão aqui esta noite, Gena e George, por suas carinhosas palavras, ao meu herói, Louis Zamperini, ao elenco de “Na Terra de Amor e Ódio”, e mais importante, à minha família. Meu amor (Brad Pitt), seu apoio e suas orientações tornam tudo o que eu faço possível. Mad (Maddox), eu não vou chorar, eu prometo. Eu não vou te envergonhar. Você, seus irmãos e irmãs são a minha felicidade e não existe honra maior neste mundo do que ser a sua mãe. Eu estou muito honrada por estar aqui esta noite entre tantos artistas extraordinários. Minha mãe amava a arte. Ela adorava filmes. Ela apoiou todas as coisas malucas que eu fiz. Mas quando as coisas tinham um significado ela me dizia ‘É para isso que os filmes são feitos’. Ela nunca teve uma carreira como artista. Ela nunca teve a oportunidade de se expressar além das aulas de teatro. Mas o que ela mais queria era que Jamie e eu soubéssemos como era ter uma vida de artista. E ela nos deu esta chance. Ela me levou em todos os testes e esperou por horas no carro, e isto sempre me fez sentir muito bem todas a vezes que eu não conseguia o trabalho. E quando eu conseguia, nós ficávamos pulando pra cima e pra baixo, gritando como se fossemos duas crianças. Ela nunca foi a melhor crítica, já que ela nunca dizia nada indelicado, mas ela me deu amor e confiança e, acima de tudo, ela sempre deixou muito claro que nada teria importância se eu não vivesse uma vida dedicada ao próximo. E eu fiquei sem saber o que isso significava por muito tempo. Eu entrei neste ramo de trabalho muito jovem e preocupada apenas com as minhas próprias experiências, com a minha própria dor. Foi apenas quando eu comecei a viajar e ver a vida além de dentro da minha casa, eu entendi minha responsabilidade com relação ao próximo. E quando eu conheci os sobreviventes de guerra, da fome e do estupro, eu descobri como a vida era para a maioria das pessoas neste mundo, e quão afortunada eu era por ter comida para comer, por ter um teto sobre a minha cabeça, por ter um lugar seguro para viver e por ter a felicidade da minha família estar em segurança e com saúde. E então eu me dei conta do quão isolada eu era e fiquei determinada a nunca mais ser assim novamente. Todos nós nesta sala somos muito afortunados. Eu nunca entendi por que algumas pessoas têm a sorte de nascer com a chance que eu tive de ter este caminho na vida e por que, ao redor do mundo existe uma mulher igual a mim, com as mesmas habilidades e com os mesmos desejos, com a mesma ética de trabalho e com o mesmo amor por sua família – e que muito provavelmente deve fazer filmes melhores e discursos melhores – mas que mora em um campo de refugiados, sem voz alguma. Ela se preocupa com o que seus filhos vão comer, de como mantê-los em segurança e se um dia serão capazes de voltar para casa. Eu não sei porque esta é a minha vida e aquela é a dela. Eu não entendo isso mas eu irei fazer aquilo que minha mãe pediu, e eu irei fazer o melhor que eu puder nesta vida, para ser útil. E estar aqui hoje significa que eu fiz o que ela pediu e que se ela estivesse viva, ela estaria muito orgulhosa. Então, muito obrigada por isso.

Voltar

O Angelina Jolie Brasil é um site feito de fãs para fãs e tem como objetivo principal compartilhar as notícias mais recentes sobre a cineasta norte americana, Angelina Jolie. Nós não temos qualquer contato com a atriz, seus familiares e agentes. Qualquer artigo, vídeo ou imagem postado nesse site possui os direitos autorais dos seus respectivos proprietários originais, assim como todos os nossos conteúdos produzidos, editados, traduzidos e legendados devem ser creditados sempre que reproduzidos em outro site. É proibida a cópia total ou parcial deste site assim como deste layout. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade clicando aqui.